Alemão não vê problemas de enfrentar o Salgueiro na final, seu ex-clube

























Até 2011, ao ser contratado pelo Salgueiro, o zagueiro Alemão era um mero desconhecido do público do futebol. Com passagens por equipes pequenas do Brasil, apostou em Pernambuco e deu certo. Depois disso, defendeu Náutico, Vitória e Ituano, pelo qual foi campeão paulista em 2014. Quis o destino que a primeira chance de disputar a final do Campeonato Pernambucano fosse justamente contra o Carcará. Frente a frente com amigos que fez para toda vida, garante deixar o coração de lado quando o árbitro Marcelo de Lima Henrique der início ao confronto.

As equipes começam a decidir o título nesta quarta-feira. Como o primeiro combate será no Estádio Cornélio de Barros, em Salgueiro, Alemão terá uma condição diferente de outros postulantes ao título. Fará as duas apresentações "em casa". Conhecido no Sertão, é o mais assediado no hotel onde a delegação coral está hospedada.

- Tenho amigos aqui que vou levar para o resto da minha vida. Além disso, tenho um carinho enorme pela cidade, mas agora estou no Santa e vou fazer de tudo para que a gente possa ser campeão. As amizades ficam fora de campo quando a bola rolar. 

Alemão revelou, antes da confirmação da final inédita - nunca uma equipe do interior fez final no Pernambucano -, que torcia para encontrar o Carcará na decisão. O carinho pelo clube pesou na escolha.

- O Salgueiro é um clube que tenho um carinho grande e muito respeito por tudo que fiz aqui. Fiquei dois anos e fui muito bem. Estava torcendo para eles chegarem na final e não era por ter medo do Sport, mas sim por conta dos meus amigos do clube.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

TV CORAL

CAMPEONATO BRASILEIRO - CEARÁ 1 x 3 SANTA CRUZ



------------------------------------------------------------------------------------

ENQUANTO ISSO, NO FACEBOOK