Santa Cruz vence o Oeste, e segue firme na briga pelo Acesso

O Santa Cruz continua forte na briga pelo acesso. Diante do Oeste, nesta terça-feira, no Arruda, a Cobra Coral jogou o suficiente para bater o adversário com facilidade por 3 a 1, gols de Daniel Costa, Danny Morais e Luisinho para os donos da casa. Rafael Martins descontou. O resultado é bom para o Tricolor e péssimo para o time paulista. Com o resultado, o time de Marcelo Martelotte se manteve na quarta posição, mas aumentou a distância para o quinto colocado: antes estava empatado com o Náutico com 55 pontos. Agora, está um ponto na frente do Sampaio Corrêa, que tem 57. O Oeste, por outro lado, caiu para 15º, com 42. Três a mais que o Macaé, que abre a zona de rebaixamento.

Na próxima rodada, o Tricolor viaja para encarar o Botafogo, no Rio de Janeiro. O duelo está marcado para as 17h30 (horário de Brasília) deste sábado, no Engenhão. Um dia antes, o Oeste recebe o Criciúma, no estádio José Liberatti. A partida acontece às 21h. 

Cercado de expectativa, o duelo entre Santa Cruz e Oeste não empolgou nos primeiros minutos. Sem Grafite e Vítor, a equipe de Marcelo Martelotte sentiu o desgaste físico do duelo diante do Bahia, no sábado. Os visitantes também não fizeram uma bela atuação, é verdade, mas se aproveitaram do visível nervosismo dos mandantes para incomodar no início do jogo. O problema é que não souberam aproveitar o momento de superioridade. Falta de pontaria que não faz parte do vocabulário de Daniel Costa, que precisou apenas de uma falta aos 22 minutos para abrir o placar. A partir dali, o Tricolor se soltou e passou a controlar as ações. Chegou a ampliar o placar com Danny Morais antes do intervalo e desceu aos vestiários com boa vantagem no marcador.

Em desvantagem no placar,o técnico Renan Freitas não teve alternativa senão mandar sua equipe para frente. Ao Santa Cruz, coube "cozinhar" o duelo e administrar o resultado. A equipe do Arruda sofreu alguns sustos - dois lances de perigo com Renan Mota. Mas não teve muito trabalho para segurar o pouco inspirado Oeste. E ainda ampliou, com Luisinho, e fechou o placar. O terceiro gol tranquilizou os tricolores. Trocando passes e sem qualquer tipo de preocupação com o fraco rendimento do adversário, o time de Marcelo Martelotte fez o tempo correr. A passividade coral abriu espaço para o Rubrão, que acabou descontando com Rafael Martins, aos 42 minutos. A partida se encaminhava para o final, quando o zagueiro Daniel Gigante não gostou de uma provocação do meio-campo Lelê, que fez malabarismo com a bola, e acabou expulso. Após o cartão vermelho, o defensor ainda tentou agredir o atleta coral, mas foi contido pelos companheiros.

DEIXE SUA OPINIÃO TRICOLOR!

TV CORAL

CAMPEONATO BRASILEIRO - CEARÁ 1 x 3 SANTA CRUZ



------------------------------------------------------------------------------------

ENQUANTO ISSO, NO FACEBOOK