Everton Sena se diz seguro na sua função de lateral

Em 2013, Everton Sena mostrou uma nova faceta no Santa Cruz. Conhecido carrapato do Tricolor do Arruda, que chegou a parar até o meia Lucas, ex-São Paulo e atualmente no Paris Saint German, o zagueiro foi lançado na lateral-direita. E correspondeu. No título Estadual dessa temporada, foi eleito o melhor ala direito da competição. Agora, a chance na lateral voltou a sorrir.

De volta após uma temporada no Boa Esporte, Sena não tinha muitas esperanças de jogar na lateral. Na posição, dois jogadores em alta: Vítor, titular do acesso à Série A, e Lucas Ramon, destaque do Londrina-PR e Grêmio. Os dois concorrentes, porém, se machucaram, e o caminho ficou livre para o zagueiro voltar a ter chances na ala.

“Sempre venho trabalhando para quando aparecer a oportunidade, não deixar a desejar. Antes do jogo contra o Juazeirense (pela Copa do Nordeste, na última quarta), eu soube que ia ser titular (pela primeira vez) e o grupo passou confiança para mim. Era só pôr em prática o que tinha feito antes e me soltar para ajudar no ataque e na defesa. Deu certo”, ressaltou.

Perguntado se a vaga já era dele, Everton foi enfático: “Não posso dizer isso. Temos Vítor e Lucas, que são muito bons. Estou batalhando para conseguir meu espaço no grupo. Martelotte sabe o que faz”, afirmou.

Falando em Martelotte, Everton Sena é só elogios para o comandante. Há três anos, foi o treinador que deu a chance na ala direita. “Ele confiou no meu potencial e pude dar conta do recado, quando acabei recebendo a premiação pela atuação no Pernambucano. Agora apareceu outra oportunidade de jogar, e fiquei feliz pela confiança de Martelotte mais uma vez. Sou muito grato a ele: tive o meu melhor momento pela Santa em 2013”, agradeceu o zagueiro.

TV CORAL

CAMPEONATO BRASILEIRO - CEARÁ 1 x 3 SANTA CRUZ



------------------------------------------------------------------------------------

ENQUANTO ISSO, NO FACEBOOK