No clássico das emoções, Santa Cruz fica no empate contra o Náutico



Santa Cruz e Náutico empataram por 1×1, neste domingo (20), no Arruda, pela 8ª rodada do Campeonato Pernambucano. No segundo Clássico das Emoções, o Tricolor foi melhor no primeiro tempo e o Timbu dominou a etapa final. Os gols da partida foram marcados por Alemão e Daniel Morais. Destaque para a defesa do goleiro Júlio César no pênalti cobrado pelo atacante Grafite. Apesar de só ter saído dois gols no confronto, as duas equipes tiveram chances para marcar mais gols.

Com o resultado, o Santa Cruz ainda não está classificado para a próxima fase do Estadual. A equipe coral entra em campo, nesta quarta-feira (23), pela Copa do Nordeste. Já o Náutico vai ganhar um intervalo de duas semanas. O Timbu só entra em campo no dia 2 de Abril diante do Central, na Arena Pernambuco, pelo Pernambucano.

JOGO

O clássico começou com o Náutico pressionando a saída de bola do Santa Cruz. Mesmo assim, o primeiro lance de perigo foi do Tricolor. Grafite ganhou de Fabiano Eller, invadiu a área, tirou de Júlio César, mas Léo Moura entrou na jogada e finalizou fraco. A chance do Timbu não demorou muito tempo. O lateral-esquerdo Henrique foi até a linha de fundo e cruzou na cabeça de Gil Mineiro que sozinho mandou para fora. A equipe coral teve outra grande chance poucos minutos depois. Allan Vieira arrancou pelo lado esquerdeu e bateu cruzado. A bola desfiou no zagueiro Ronaldo Alves e o goleiro Júlio César impediu o gol do Santa Cruz com o rosto.

As duas equipes mostraram bastante vontade no confronto. Tanto o Náutico quanto o Santa Cruz chegavam no campo de ataque com facilidade. Depois da cobrança do escanteio do Tricolor, Rony arrancou no contra-ataque e passou para Gil Mineiro, que na cara de Tiago Cardoso, bateu franco em cima do goleiro. Mais uma vez no contra-ataque, o Alvirrubro teve uma boa oportunidade. Após boa troca de passes do meio-campo, Renan Oliveira recebeu a bola na entrada da grande área e chutou para boa defesa de Tiago Cardoso.

Os últimos minutos do duelo fizeram jus ao nome do clássico. Grafite foi derrubado por Ronaldo Alves dentro da área. Pênalti que o próprio Grafite foi para cobrança e o goleiro Júlio César defendeu. Só que o time coral não desistiu. Já nos acréscimos, João Paulo cobrou a falta na cabeça de Alemão que desviou e abriu o placar.

No segundo tempo, quem começou tomando a iniciativa foi o Náutico. Com menos de dois minutos, o lateral-esquerdo Henrique arriscou de fora de fora da área. O jogo contiua com o mesmo clima do início da partida. Léo Moura rolou a bola para o meia João Paulo que bateu com categoria da entrada da grande área e quase ampliou o placar. O duelo continuou “lá e cá”. Eduardinho deixou Rafael Pereira livre na grande área. Ele bateu em cima do goleiro Tiago Cardoso e no rebote Thiago Santana na pequena área também perdeu a chance. A resposta coral veio logo em seguida. Uillian Correia deixou Keno livre. Ele invandiu a grande área, tentou encobrir Júlio César, mas o goleiro fez uma boa defesa.

Mesmo o Santa Cruz tendo tido boas chances no contra-ataque, o Náutico pressionava o rival. Em mais uma chance, o Timbu teve sucesso. Gil Mineiro arrancou pela esquerda e cruzou na cabeça do atacante Daniel Morais empatar a partida. Depois do gol, o técnico Gilmar Dal Pozzo percebeu que o bom momento da sua equipe e colocou Rafael Coelho no lugar de Gil Mineiro. Logo após a alteração, o Alvirrubro perdeu uma grande oportunidade. Henrique cruzou, Tiago Cardoso errou na saída, a bola sobrou para Ronaldo Alves, mas sem goleiro, ele mandou por cima do gol.

Mesmo tendo sido melhor durante todo o segundo tempo, o Náutico não conseguiu virar a partida. o Santa Cruz tentou uma reação nos últimos minutos do confronto, mas não teve jeito.

FICHA DO JOGO

Campeonato: Campeonato Pernambucano / 2º Turno / 2ª Fase

Data: 20/03/2016

Hora: 16:00

Local: Recife

Estádio: Arruda

Árbitro: Gilberto Castro Júnior (PE)

Auxiliares: Aldir Amorim Pereira (PE) e Marlon Rafael Gomes de Oliveira (PE)

Público: 12.010

SANTA CRUZ

Escalação: Tiago Cardoso; Vítor (Everton Sena), Leonardo, Alemão e Allan Vieira; Lucas Gomes, Uillian Correia (Dedé), João Paulo e Léo Moura (Raniel); Keno e Grafite.
Técnico: Marcelo Martelotte

Gols: Alemão

Cartões Amarelos: Uillian Correia

NÁUTICO

Escalação: Júlio César; Rafael Pereira, Ronaldo Alves, Fabiano Eller e Henrique; Rodrigo Souza, Eduardinho, Rony, Gil Mineiro (Rafael Coelho) e Renan Oliveira; Thiago Santana (Daniel Morais).
Técnico: Gilmar Dal Pozzo

Gols: Daniel Morais


Cartões Amarelos: Ronaldo Alves, Rafael Pereira, Daniel Morais e Eduardinho

TV CORAL

CAMPEONATO BRASILEIRO - CEARÁ 1 x 3 SANTA CRUZ



------------------------------------------------------------------------------------

ENQUANTO ISSO, NO FACEBOOK