Na raça no sangue, Santa Cruz empata com o Sport no finalzinho da partida

Já classificados por antecipação às semifinais do Pernambucano, Santa Cruz e Sport disputaram o segundo Clássico das Multidões da temporada, na Ilha do Retiro. Os objetivos eram bem distintos, mas a rivalidade e a paixão das maiores torcidas de Pernambuco engrandeceram o espetáculo deste domingo (5), que terminou empatado em 1 x 1, no dia da Páscoa. Mas o tricolor deixou de dar o troco da primeira derrota sofrida no ano para o grande rival do estado.

Mesmo atuando fora de casa e com um homem a menos desde o início do segundo tempo, o Santa brigou até o último minuto com líder do hexagonal do título e conseguiu empatar em 1 x 1, faltando dois minutos para o apito final. Os rubro-negros abriram o placar aos dois minutos do segundo tempo após o árbitro Luiz Cláudio Sobral marcar um pênalti duvidoso. Além disso, expulsou no mesmo lance o zagueiro Danny Morais.

A vitória coral seria importantíssima para elevar a moral nas semifinais, definida desde a rodada anterior, que será contra o Central. Enquanto os rubro-negros apenas cumpriram tabela no clássico, os tricolores dependiam do resultado do jogo da Patativa, contra o Serra Talhada, para subir uma posição. 

Com o término da 10ª e última rodada do hexagonal, o clube das três cores permaneceu na 3ª colocação com 14 pontos. O Central assegurou a 2ª posição com 14 pontos e fará a segunda partida das sêmis no estádio Luiz Lacerda, em Caruaru. O Mais Querido torcia por um tropeço dos alvinegros para finalizar o hexagonal no 2º lugar, mas, teria que vencer o clássico para ultrapassar a Patativa, que perdeu por 2 x 1.

Sendo assim, a primeira partida da semifinal entre Santa Cruz x Central acontecerá no estádio do Arruda, data que ainda não foi definida pela Federação Pernambucana de Futebol (FPF). A outra decisão será entre Sport Recife e Salgueiro.


O TIME – Diferentemente do Sport Recife, que está disputando as Copas do Nordeste e do Brasil, o Santa teve 14 dias seguidos de preparação para o clássico. O técnico Ricardinho aproveitou o tempo para deixar a equipe afiada e, mesmo fazendo dois treinos secretos, não foi misterioso na escalação, colocando o que tinha de melhor em campo: Fred; Nininho, Danny Morais, Alemão e Tiago Costa; Edson Sitta, Bruninho, João Paulo e Raniel; Anderson Aquino e Betinho.

O treinador não mexeu no esqueleto do time e optou por fazer apenas uma alteração: o garoto Raniel ganhou a vaga do meia-atacante Thiaguinho. Desta forma, a formação montada no 4-4-2 permaneceu.


O JOGO - Com uma semifinal decisiva pela Copa do Nordeste, o Sport Recife entrou em campo com um time misto. Mas, apesar das circunstâncias, o favoritismo do Santa Cruz passava longe, até porque se tratava do maior clássico do estado de Pernambuco. O duelo na Ilha do Retiro começou com muitos erros de cruzamento e muito estudo das duas equipes, refletindo num grande equilíbrio nos primeiros dez minutos.

Veja os gols:




Ficha do Jogo

Campeonato: Campeonato Pernambucano / 2ª Fase
Data: 05/04/2015


Hora: 16:00

Local: Recife/PE

Estádio: Ilha do Retiro

Árbitro: Luiz Cláudio Sobral

Auxiliares: Fernanda Colombo e Karla Renata de Santana

SPORT RECIFE

Escalação: Magrão; Oswaldo, Henrique Mattos (Adryelson), Durval e Danilo; Ronaldo, Rodrigo Mancha, Neto Moura e Régis; Mike (Élber) e Samuel (Felipe Azevedo).

Técnico: Eduardo Baptista

Gol: Samuel

Cartões Amarelos: Danilo, Samuel, Neto Moura, Ronaldo, Adryelson e Felipe Azevedo

SANTA CRUZ

Escalação: Fred; Nininho, Danny Morais, Alemão e Tiago Costa; Edson Sitta (Wellington César), Bruninho (Diego Sacoman), João Paulo e Raniel; Anderson Aquino (Emerson Santos) e Betinho.

Técnico: Ricardinho

Gol: João Paulo

Cartões Amarelos: Alemão e Tiago Costa 

Cartões Vermelho: Danny Morais

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

TV CORAL

CAMPEONATO BRASILEIRO - CEARÁ 1 x 3 SANTA CRUZ



------------------------------------------------------------------------------------

ENQUANTO ISSO, NO FACEBOOK