Santa Cruz vence o Central e está na final do Campeonato Pernambucano 2015


























O Santa Cruz tinha toda condição de levar o jogo em banho-maria depois de constuir uma vantagem monstruosa no primeiro jogo. Mas encarou a segunda partida com o Central como se estivesse tudo começando e venceu por 2×0 para não deixar margem para dúvidas. O resultado agregado ficou em 7×0 e o tricolor vai decidir o Campeonato Pernambucano 2015 a partir de quarta-feira (29), com o Salgueiro.

Nem deu para a Patativa sequer sonhar com a possibilidade de reação. Aos cinco minutos, João Paulo lançou Betinho quase na linha de pequena área. No melhor estilo pivô, o camisa nove ajeitou de cabeça para o lado, onde estava Emerson Santos em excelente condição. Ele chutou forte, sem chance de defesa para Beto. Não era um balde, mas uma caixa d’água fria na cabeça dos alvinegros.

O gol foi a primeira indicação de que o time da capital não jogava com os 4×0 da semana passada na cabeça. E também surpreendeu a disposição centralina, que mesmo com todo prejuízo não abriu mão de buscar o gol. Candinho cabeceou para fora cara a cara com Fred. E Betinho, na mesma posição, mas com os pés, desperdiçou o segundo gol após grande jogada de Tiago Costa. Quando ele finalizou por cima até o goleiro já estava batido.

Jogando sério sem deixar o adversário pressionar, o tricolor manteve o controle da partida. Até o final do primeiro tempo cada time teve outra boa chance. O Santa Cruz com Bruninho, bem defendida por Beto. E o Central com Roberto Pítio. O camisa 9 chegou um pouco atrasado e completou o cruzamento para fora.

Na volta para o segundo tempo, o técnico Ricardinho voltou com outra postura. Agora era segurar o jogo para evitar desgastes desnecessários e até riscos de contusão. Moisés entrou no lugar de Nininho, que já havia tomado uma pancada mais forte; e Edson Sitta assumiu o posto de Guilherme Biteco.

A primeira grande chance foi da Patativa. Fabinho fez boa jogada pelo lado direito e cruzou para Fabiano. Ele cabeceou com muito perigo, passando perto do travessão. O Santa Cruz respondeu aos 15. Emerson Santos aproveitou rebote da defesa e rolou para João Paulo que vinha sozinho, de frente para o gol. Mas na hora do chute, a bola subiu numa falha do gramado e o camisa 10 isolou a bola.

E como se fosse pouco tudo conspirava contra o time de Caruaru. Aos 24 minutos Everton levou o segundo amarelo e foi expulso. Apenas seis minutos depois, o goleiro Beto sentiu a coxa esquerda. Como as três substituições já haviam sido feitas, ele teve que ficar no sacrifício. Quando tudo já estava definido, o lateral Tiago Costa foi à linha de fundo e cruzou para o meio da área. Anderson Aquino emendou de voleio para fazer um belo gol.

Ficha do jogo:

Central: Beto; Ferreira (Fabinho), Everton, Mattia Binatti (Fabiano) e Jaílton; Natan, Jucemar e Luiz Fernando; Candinho, Roberto Pítio (Fernando Pires e Roger. Técnico: Humberto Santos.

Santa Cruz: Fred; Nininho (Moisés), Alemão, Danny Morais e Tiago Costa; Bileu, Bruninho, João Paulo (Anderson Aquino), Guilherme Biteco (Edson Sitta) e Emerson Santos; Betinho. Técnico: Ricardinho.


Local: Estádio Luiz Lacerda, em Caruaru. Árbitro: Nielson Nogueira. Assistentes: Marcelino Castro e Charles Rosas. Gol: Emerson Santos, aos cinco do primeiro. Cartões amarelos: Jaílton, Nininho e João Paulo. Expulsão: Everton.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

TV CORAL

CAMPEONATO BRASILEIRO - CEARÁ 1 x 3 SANTA CRUZ



------------------------------------------------------------------------------------

ENQUANTO ISSO, NO FACEBOOK