Santa Cruz reencontra a vitória, e vence o Sampaio por 1 x 0



Depois de seis jogos, com três empates e três derrotas, o Santa Cruz voltou a vencer no Campeonato Brasileiro da Série B após 42 dias. Neste sábado à tarde, no Estádio do Arruda, em Recife, o time pernambucano bateu o Sampaio Corrêa, por 1 a 0, pela nona rodada.

O resultado foi justo, porque o Santa Cruz foi o time mais agressivo. O seu esforço lhe tirou da zona de rebaixamento, agora com nove pontos, em 15.º lugar. O time do Maranhão, que não perdia há três rodadas, caiu para a oitava posição, com 15 pontos.

Motivado pela boa presença de sua torcida, o Santa Cruz usou a estratégia de fazer pressão total nos primeiros 10 minutos. O ritmo foi forte, mas improdutivo em termos de finalização. Mas foi neste período que o time da casa teve a melhor chance, aos oito minutos, quando João Paulo fez o passe para Anderson Aquino que invadiu a área, mas viu o goleiro Rodrigo crescer em sua frente e fazer a defesa.

O Sampaio não soube explorar os contra-ataques, atuando sem objetividade e exagerando nos toques laterais. Só chutou uma vez ao GOL com Geraldo, de curva, tentando surpreender o goleiro Fred, que encaixou a bola sem problema.

No início do segundo tempo, Marcelo Martelotte mudou o esquema do time pernambucano, tirando o lateral-direito Nininho para a entrada do volante Bileu. Com isso optou por atuar com três zagueiros - Alemão, Danny Morais e Bruninho - com atenção especial ao baixinho Pimentinha, que costuma ser perigoso.

Aos 11 minutos, a torcida até festejou um GOL de Lelê, mas anulado por impedimento. Aos 13 minutos outra mudança ofensiva do Santa Cruz, com a saída do lateral-esquerdo Lúcio para a entrada do meia Renatinho. Em seguida, Anderson Aquino deu um chute de virada e obrigou Rodrigo a fazer grande defesa.

O GOL estava maduro e saiu aos 18 minutos. Anderson Aquino arrancou sozinho do meio campo e já dentro da área deu o corte em cima do zagueiro Mimica que, em última instância, aliviou a bola por baixo. Mas deu azar porque a bola foi direto para o pé esquerdo de Renatinho. Ele bateu no meio do gol e alto e saiu para o abraço.

O time maranhense não teve força para reagir, apesar das mudanças feitas pelo técnico Léo Condé. Mesmo assim, com o recuo natural do time da casa, o Sampaio pressionou nos últimos minutos, mas sem criar uma boa chance para empatar. Aos 44 minutos Bruninho foi expulso por receber o segundo cartão amarelo, deixando o Santa Cruz com um jogador a menos. Mesmo assim, aos 46 minutos, Lelê quase ampliou quando bate à queima roupa e Rodrigo espalmou.

Pela décima rodada, o Santa Cruz vai até a cidade de Bragança Paulista, em São Paulo, para enfrentar o Bragantino, às 16h30, do próximo sábado. Na sexta-feira, às 21h50, o Sampaio Corrêa vai até o Rio para pegar o líder Botafogo, último invicto a cair na Série B.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

TV CORAL

CAMPEONATO BRASILEIRO - CEARÁ 1 x 3 SANTA CRUZ



------------------------------------------------------------------------------------

ENQUANTO ISSO, NO FACEBOOK