Santa Cruz vence o Flamengo e leva a taça Chico Science























Nada melhor que uma vitória de virada no reencontro com a torcida e no primeiro grande teste da temporada 2016. O Santa Cruz venceu o amistoso de "luxo" contra Flamengo/RJ pelo placar de 3 a 1 na manhã deste domingo (24), no estádio do Arruda. De quebra, conquistou a 2ª edição do Troféu Chico Science e ficou com taça "ouro". Os cariocas, que tinham perdido recentemente a Taça Asa Branca para o Ceará/CE, retornam para o Rio de Janeiro sem ter ganho nenhum jogo no Nordeste. 

O duelo preparatório poderia ser considerado uma prévia do Campeonato Brasileiro da Série A. Apesar do jogo servir como treino, a partida começou num ritmo bom, mas com o domínio dos cariocas. A equipe coral tinha dificuldades para criar as jogadas e por isso não conseguia finalizar. Já o time da Gávea tomava conta do embate e na metade do primeiro tempo saiu na frente.

Além do desgaste físico pelo início de temporada, os tricolores e os rubro-negros precisaram lutar contra o calor das 11h do Recife. Por conta do forte sol, o amistoso teve uma parada técnica aos 25 minutos do segundo tempo. A pausa para hidratar fez bem aos corais, que melhoraram o desempenho dentro de campo e desceram para o intervalo com o empate.   

No segundo tempo, o tricolor do Arruda voltou com uma postura completamente diferente e com seis jogadores considerados reservas. Enquanto o Flamengo/RJ mudou todos os dez atletas de "linha" e o único que permaneceu foi o goleiro Alex Muralha. Com mais ímpeto ofensivo, o Santa não demorou muito para ficar em vantagem no placar. Depois, os tricolores administraram o resultado, marcaram mais um gol nos minutos finais e não sofreram nenhum susto durante a etapa complementar.

TIME - O técnico Marcelo Martelotte repetiu a escalação utilizada nos dois-treinos da pré-temporada em Chã Grande. O time começou jogando com Tiago Cardoso; Vítor, Alemão, Danny Morais e Allan Vieira; Wellington Cézar, João Paulo, Daniel Costa, Lelê e Raniel; Grafite. O detalhe é que todos os titulares já estavam no clube no ano passado.

GOLS - Aos 22 minutos do primeiro tempo, o volante William Arão recebeu um passe do atacante Guerrero, invadiu a área e precisou finalizar duas vezes para abrir o placar. Aos 43, Grafite foi agarrado dentro da área, após tentar proteger a bola, pelo zagueiro Juan e o árbitro marcou pênalti. O próprio atacante executou a cobrança e mandou a bola no canto direito para empatar a partida.

Aos 7 minutos da etapa complementar, o Santa virou o jogo. Depois do atacante Keno acertar a trave, o meia João Paulo aproveitou o rebote e só teve o trabalho de empurrar a bola para o fundo das redes do goleiro Alex Muralha. Nos acréscimos, o lateral direito Lucas Ramon fez uma boa jogada e o atacante Arthur finalizou bem para sacramentar a vitória coral por 3 a 1.

MODIFICAÇÕES - Logo na volta do intervalo, o treinador do Santa Cruz promoveu seis mudanças: entraram Lucas Ramon, Tiago Costa, Renatinho, Keno, Arthur,  Wallyson nas vagas de Vítor, Allan Vieira, Daniel Costa, Lelê, Raniel e Grafite. No decorrer do segundo tempo, foram acionados o goleiro Edson Kolln, os zagueiros Everton Sena e Neris e o volante Dedé. Saíram Tiago Cardoso, Danny Morais, Alemão e Wellington Cézar. Por fim, o meia João Paulo deu lugar ao volante Lucas Gomes, jovem das categorias de base do clube.

TV CORAL

CAMPEONATO BRASILEIRO - CEARÁ 1 x 3 SANTA CRUZ



------------------------------------------------------------------------------------

ENQUANTO ISSO, NO FACEBOOK